Primeiro as Damas!

 Segundo a Organização Internacional do Trabalho, apenas 5% dos CEOs das organizações são mulheres e menos de 10% estiveram na famosa lista de bilionários da Forbes em 2015, sendo apenas 9 delas chefes de estado em exercício.

Esse número não se reflete apenas nas que estão atualmente em tais posições. Em um levantamento que realizei na ING Marketing & Training, dos 16 Workshops Públicos que realizamos sobre o tema Liderança Situacional® todos os meses na cidade de São Paulo, totalizando 258 futuros líderes, apenas 20% eram mulheres.

Mas ainda não para por aí. Comparei esse número com os anos anteriores e percebi que mesmo com textos e frases de impacto o apoio as mulheres nas organizações não tem mudado tanto assim. Nos últimos 4 anos, esse número permaneceu próximo dos atuais 20%. Em 2012 por exemplo, foram 19% versus 81% de líderes do sexo masculino treinados.

Eu sei que para os homens é difícil entender como a mulher pensa. Já foram lançados vários livros e filmes sobre o tema, mas tenho a certeza de que esses homens, de alguma maneira,foram influenciados por mulheres pelo menos uma vez em sua vida.

Essas mulheres que hoje fazem parte desta pequena porcentagem que citamos possuem um olhar diferente sobre o mundo e enxergam tudo através das lentes da oportunidade, que muitos buscam mas poucos conseguem enxergá-las.

Perguntei às mulheres ao meu lado o que fazem delas mais focadas do que os homens no trabalho.

Eis o que grande parte me respondeu:

– Para ter o mesmo reconhecimento e recompensas que os homens possuem, precisamos fazer duas vezes mais que eles, nunca errar e demonstrar nossas competências diariamente.

Tenham a certeza, as damas que estão em primeiro lugar, de lá não sairão!

Nesse ano, quero escutar muito mais que vocês estão em primeiro, e é dessa forma que eu vejo como isso pode acontecer:

Não deixe de investir em si;

Não tenha medo de fazer perguntas;

Procure por situações autênticas, porém práticas;

Não invista em favores, mas procure ganhar respeito;

Confie no Team Building. Família é sinal de confiança.

Acredite! Se as  damas estão em primeiro, é porque são capazes de influenciar gêneros e gerações num piscar de olhos.

Uma coisa que eu tenho certeza é que em 2016 veremos mais mulheres líderes que entendem de renovação, reinvenção e sobrevivência. Se confrontadas com um desafio, buscarão oportunidades, jogarão o jogo quando for necessário e anteciparão o inesperado.

Primeiro as damas, com seu lado emotivo e aflorado capazes de se apaixonar pelo que fazem em busca da excelência, colocando o chapéu de empreendedora, além dos tantos outros que já vestiu.

Observo, como todo bom cavalheiro, orgulhoso de ver essas damas à frente e, claro, agradecendo as oportunidades e conselhos que me oferecerem todos os dias.
*Paulo Crepaldi, 34, é especialista em Liderança Situacional e Neuromarketing. Atualmente é sócio e Diretor Executivo da ING Marketing & Training – empresa pioneira na implementação do conceito Behavior Designer no Brasil.

Fonte: Seven

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Responda a questão abaixo *

Join the mailing list

Check your email and confirm the subscription

Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On InstagramCheck Our Feed